A HISTÓRIA DA MAGIA PORTUGUESA ESTÁ AQUI

MUSEU

Diz Fernando Pessoa que " O homem sonha, a obra nasce".
A ideia do Museu da Magia surgiu no dia 23 de Setembro de 2016. Perante a desistência imprevista de um
Museu do Brinquedos numa festa dedicada a crianças (Precisamente no dia da abertura da iniciativa),
pensou-se numa solução imediata de preencher o espaço deixado vago com objectos de magia, que tanto
entusiasmam os miúdos." Boa Ideia! Podíamos chamar lhe Museu da Magia". E assim surgiu a ideia que catapultou o sonho.
Nas semanas que se seguiram, o projecto começou rapidamente a delinear-se: foi criado o registo
da marca e logótipo " Museu da Magia Portugal", a página facebook, e foram e continuam a ser feitas inúmeras aquisições, de inquestionável valor, com o intuito de dotar o Museu da Magia de um acervo riquíssimo no que se refere a quantidade, variedade e raridade das peças que o compõem.
Actualmente, o Museu conta, já com autênticos tesouros da magia nacional, até internacional, entre livros, revistas e manuscritos, fotografias, posters e cartazes(muitos deles autografados).objectos, artefactos e aparatos mágicos, sem esquecer amplas coleções de grandes nomes do ilusionismo mundial. São nomes que serão perpetuados no tempo graças a um árduo, mas prazeroso e frutífero trabalho de pesquisa, recolha, preservação e divulgação de verdadeiras
relíquias que passaram e passarão a incorporar o património de um Museu de elevado interesse nacional.
A funcionar em instalações provisórias, o sonho dia após dia torna se realidade. Falta apenas o espaço. O espaço certo onde o Museu da Magia possa funcionar tal como está idealizado: Dinâmico, Interactivo, Versátil, onde o visitante se sinta actor, uma parte activa do cenário e não um mero espectador. O chamado " Museu Vivo".
"Perpetuar e partilhar os feitos dos nossos mágicos portugueses, sem exceção, essa é, desde o início , a missão"
Um sincero agradecimento a todos aqueles que têm acreditado no sonho e contribuído para que se concretize. A OBRA, ESSA, ESTÁ PRESTES A NASCER!

Catarina Magalhães

MAGICOS

Tony Klauf

Biografia em Construção

João Soares

João Soares nasceu a 4 de Junho de 1998. Com apenas 12 anos de idade começou a interessar-se pelo ilusionismo. Contrariamente à maioria das crianças, João Soares preferiu um simples baralho de cartas a qualquer outra atividade. Tirou o curso na escola de magia do porto, pioneira no país, o qual confessa que foi graças a isso que conseguiu levar o seu sonho até hoje. Com apenas 14 anos, começou a realizar eventos relacionados com a magia, tais como, casamentos, eventos empresariais, batizados, aniversários entre outros. Aos 16 anos estreou-se no mundo da televisão, contando com participações na RTP, na SIC, na TVI, Porto Canal e Sic Radical. Mas o maior desafio da sua carreira foi participar no programa “Got Talent Portugal” sendo, semi-finalista do Programa. O jovem mágico espinhense, com apenas 19 anos já sonha com grandes palcos e tem como grande objetivo levar a magia como via profissional no futuro.

Dimas

Biografia em Construção

ULTIMAS NOTICIAS

S. João Bosco 2018

Festival de Magia, inserido nas comemorações do S. João Bosco 2018 Local: Clube Fenianos Portuenses Datas 2/3 e 4 de FevereiroFestival de Magia, inserido nas comemorações do S. João Bosco 2018 Local: Clube Fenianos Portuenses Datas 2/3 e 4 de Fevereiro

S. João Bosco

Patrono de todos os ilusionistas: São João Bosco - 31 de Janeiro Dia dos Mágicos Nasceu em Piemonte - Itália, a 15 de Agosto de 1815. A vida e obra deste apóstolo da juventude está mais que divulgada e patenteada em óbices como:educador emérito; escritor com dezenas de obras; artista circense, mas sobretudo o sacerdote de Bechi, aquele que foi o fundador das escolas-oficinas destinadas a rapazes desamparados, os "Birichinis" ; das colónias anuais de férias para os mesmos; das Confrarias salesianas; das Irmandades das Filhas de Maria do Perpétuo Auxilio, destinadas a ser para as meninas o mesmo que os salasianos para os rapazes. Quando ainda seminarista, tornou-se notável pela execução dos truques de magia. O arcipreste do colégio, sabendo que o vulgo o considerava "feiticeiro", mandou-o chamar à sua presença, e disse-lhe: Muita gente afirma que és bruxo; que engoles toda a classe de objectos, que depois devolves de novo sem o menor esforço; que restituis a vida a animais, depois de mortos, que com cartas, moedas, bolas e ovos de galinha, fazes "peloticas" que todos consideram "artes do diabo". João Bosco escutou com atenção e respeito as observações do arcipreste; e quando ele se calou , fez-lhe entrega da sua bolsa, do relógio, e de outras pequenas coisas que lhe havia escamoteado durante o interrogatório, sem que ele desse por isso. O arcipreste riu-se da brincadeira, e compreendeu que toda a falada bruxaria atribuída ao João Bosco, não passava de uma extraordinária habilidade de ligeireza de mãos - prestidigitação pura! O padre João Bosco faleceu no dia 31 de Janeiro de 1888, e foi proclamado Santo por Pio XI, em 1 de Abril de 19 34. Festejado canonicamente pela Igreja a 31 de Janeiro, também neste dia os ilusionistas se reunem para das mais diversas formas honrar o seu patrono. Patrono de todos os ilusionistas: São João Bosco - 31 de Janeiro Dia dos Mágicos Nasceu em Piemonte - Itália, a 15 de Agosto de 1815. A vida e obra deste apóstolo da juventude está mais que divulgada e patenteada em óbices como:educador emérito; escritor com dezenas de obras; artista circense, mas sobretudo o sacerdote de Bechi, aquele que foi o fundador das escolas-oficinas destinadas a rapazes desamparados, os "Birichinis" ; das colónias anuais de férias para os mesmos; das Confrarias salesianas; das Irmandades das Filhas de Maria do Perpétuo Auxilio, destinadas a ser para as meninas o mesmo que os salasianos para os rapazes. Quando ainda seminarista, tornou-se notável pela execução dos truques de magia. O arcipreste do colégio, sabendo que o vulgo o considerava "feiticeiro", mandou-o chamar à sua presença, e disse-lhe: Muita gente afirma que és bruxo; que engoles toda a classe de objectos, que depois devolves de novo sem o menor esforço; que restituis a vida a animais, depois de mortos, que com cartas, moedas, bolas e ovos de galinha, fazes "peloticas" que todos consideram "artes do diabo". João Bosco escutou com atenção e respeito as observações do arcipreste; e quando ele se calou , fez-lhe entrega da sua bolsa, do relógio, e de outras pequenas coisas que lhe havia escamoteado durante o interrogatório, sem que ele desse por isso. O arcipreste riu-se da brincadeira, e compreendeu que toda a falada bruxaria atribuída ao João Bosco, não passava de uma extraordinária habilidade de ligeireza de mãos - prestidigitação pura! O padre João Bosco faleceu no dia 31 de Janeiro de 1888, e foi proclamado Santo por Pio XI, em 1 de Abril de 19 34. Festejado canonicamente pela Igreja a 31 de Janeiro, também neste dia os ilusionistas se reunem para das mais diversas formas honrar o seu patrono.