Eduardo Franco

Nome: Eduardo Mendes Franco
Data nascimento: 16 de Janeiro de 1920
Naturalidade: Figueira da Foz
Nome artístico: Francof
Eduardo Franco iniciou-se para o Ilusionismo aos 8
anos de idade, integrado num grupo de jovens, que se
chamava - ALEGRIA E BOM HUMOR - e que se
dedicava ao teatro, récitas e ilusionismo.
Estava assim começada a carreira de um amante do
Ilusionismo, que conciliou as inúmeras actuações de
palco com uma vocação mais profunda, dentro da
arte da Magia.
Eduardo Franco sempre se distinguiu pela sua
capacidade inventiva e de adaptação e melhoria de
inúmeros efeitos mágicos.
Em Setembro de 1956, juntamente com o Prof. Armindo de Matos, funda a Magiarte, onde dá largas ao seu
poder inventivo, construindo aparelhos de ilusionismo que ainda hoje são considerados autênticas maravilhas.
Em 31 de Janeiro de 1957, juntamente com o Dr. Pires de Carvalho, Dr. Falcão de Andrade, Sr. Lopes Gaya e
o Prof. Armindo Matos, funda a TIT - Tertúlia Ilusionista Tripeira. Posteriormente, em 1958, resolvem
fundar o CLUBE ILUSIONISTA FENIANOS, que foi inaugurado em 31.12.1959.
Foi o principal impulsionador da fundação da, já extinta API - Academia Portuguesa de Ilusionismo,
juntamente com o Dr. Martins Oliveira. Foi Presidente do CIF desde 1988 até 1994.

Relevancia Histórica.Foi secretário do I.I.R.S. (Instituto Internacional das Recreações Scientíficas) e mais tarde da A.P.I. (Academia Portuguesa de Ilusionismo).
Foi, juntamente com o Prof. Armindo de Matos, fundador da casa de venda de aparatos de ilusionismo Magiarte, em 1959.
Foi sócio fundador do C.I.F. (Clube de Ilusionistas Fenianos), tendo sido um dos primeiros directores.

VER TUDOVER MENOS

Eduardo Relvas - Savler

Eduardo Relvas
Lisboa-14.09.1896; Lisboa-03.06.1977
Foi discípulo de J. G. d' Oliveira e estreou-se como ilusionista amador em 11.03.1913, no Teatro da Rua dos Condes - Lisboa, actuando como profissional entre 1917 e 1922.
Em 1927, lança um catálogo de venda de artigos de ilusionismo que o próprio fabricava, composto de 151 truques.
Foi Secretário-correspondente do I.I.R.S. (Instituto Internacional de Recreações Scientíficas),
Em 1923, fundou em Lisboa o Grémio Mágico Português.
Em 1949, fundou a Tertúlia Mágica Lisbonense.
Em 1954, fundou a Sociedade Portuguesa de Ilusionismo, onde editou a o boletim "O Tesouro da Magia".
Em 1948 organizou e dirigiu o Certame Nacional de Ilusionismo.
De Abril de 1965 até Julho de 1974, publicou, semanalmente, a secção "Arte Mágica" na revista Plateia. Mais tarde, os artigos foram reunidos e publicados em 4 livros intitulados "Arte Mágica".

VER TUDOVER MENOS

Edy

Nome: Eduardo Meixieira
Data de Nascimento: 08 de Fevereiro 1948
Naturalidade: Lourenço Marques
Nome artístico: Edi
Edi nasceu em Moçambique onde
conheceu e conviveu com o Conde
d’Aguilar, Fú-Manchú e Orlando Dantez,
com quem ganhou amor pela arte e
aprendeu alguns efeitos de manipulação
geral e segredos da ventriloquia. Aos 15
anos ingressou no Seminário Bíblico
Nazareno de Moçambique onde, integrado
nos seus estudos, frequentou o seu
primeiro curso de Ilusionismo.
Mais tarde, na cidade de Coimbra conhece um dos grandes nomes da Magia em Portugal – Hortiny – de
quem se torna admirador e bom amigo. É despertado para a ventriloquia ao ver este artista a trabalhar
com o seu “Corvo”. A sua mulher, Ana Maria, também ela uma ilusionista, faz o seu primeiro boneco em
feltro, o pato NICO, nascendo assim o dueto “Edi e Nico”.
Em 1981 transfere-se para o Porto onde conhece outro ilusionista – Framot – com quem cimentou uma
grande amizade. Frequenta um curso de ilusionismo dirigido por “Lucarsilco”. No entanto a sua verdadeira
inclinação é para a ventriloquia. Framot cede-lhe bom material sobre esta área, incentiva-o, orienta-o e
lança-o, levando a contactar o CIF em 1984. Contudo só em 1990 é que se torna membro do CIF, vindo a
fazer parte da Direcção nos biénios de 1992/93 e 1996/97.
Desde 1990 entra numa fase de evolução, mantendo como exemplo o trabalho do seu grande ídolo de
sempre, o ventríloquo “Freixo”. O apoio e as criticas dos seus confrades e amigos têm-se tornado preciosos
para o bom nível que tem vindo a alcançar.
É membro desde 1994 do Fellowship Christians Magicians Europe. Tem proferido algumas conferências
quer para ilusionistas quer para o público em geral.

VER TUDOVER MENOS