Andy ( Miss)

Andreia Peixoto Guimarães, nascida a 07-12- 1982 em Mafamude - V.N. de
Gaia, desde cedo se interessou por Ilusionismo.
O seu pai,André Pedro Guimarães aficionado pelas artes anexas (hipnotismo)
e curioso do ilusionismo, possuia uma pequena colecção de livros sobre
a arte da ilusão,os quais Andreia, começou a desfolhar mesmo sem saber
ler, tentava desvendar as imagens e com a ajuda do pai reproduzia alguns
efeitos de cartas, tinha nessa altura 5 anos.
Ajudou a fomentar o gosto pelo ilusionsimo uma ida ao circo em que viu
pela primeira vez um ilusionista ao vivo.
Desde então, sempre que podia comprava um baralho de cartas e ia treinando
e praticando com a sua familia.
Mudou-se para Moçambique em 1992 com 9 anos e lá viveu ate 1999.Durante
esse tempo continuou a praticar, por volta dos seus 13 anos,em Moçambique
conheceu um Ilusionista Inglês que lhe ofereceu o seu melhor livro de
Iusionimo e aí aprendeu uma das técnicas mais utilizadas na cartomagia,
que até então desconhecia,o DL.
Aprendeu nesse mesmo livro umas das rotinas que ainda hoje utiliza no seu
reportório.
O seu nome artistico deve-se a alguns amigos que a tratavam por Andy na
escola (Escola Poruguesa de Moçambique), e para criar mais enfâse
acrescentou o Miss, nascendo assim a Miss Andy.
Durante alguns anos o ilusionismo ficou para 2º ou 3ºplano, até que em
2010 voltou a praticar e criou uma rotina, que apresentou no seu primeiro
serviço pago numa noite de Hallowen nm café próximo da sua residência,
em Anta - Espinho.
Desde então tem vindo a trabalhar na sua rotina mais conhecida, a rotina
com bolas de esponja - Benson Bowl.
Rotina essa que levou á sua primeira apresentação televisiva na RTP no
carnaval de 2012 no programa “Praça da Alegria”.
Surgiu logo de seguida um convite para participar numa reunião no Clube
Ilusionista Fenianos,no Porto feito pela direção do mesmo.
Foi amor á primeira vista, a grandiosidade do clube, a forma como foi
recebida e tão acarinhada, que não demorou a fazer-se sócia do Clube.
Surgiram mais convites para apresentações televisivas, tendo até a data
passado 3 vezes pelo Porto Canal em programas diferentes e foi noticiada
na SIC pela raridade de mulheres no ilusionimso em Portugal.
Em 2015 candidatou-se a direção do clube Ilusionista Fenianos, ganhando
e assumindo a direção até fevereio de 2017.
A destacar a sua vistia oficial como diretora do clube, ao aclamado Magic
Circle em Londres em 2016.
Tem participado em vários festivais de ilusionismo no país como artista
convidada, desde o Chaves Mágico, passando pelo S.João Bosco, API ao Magic
Valongo.Miss Andy tem vivido a magia como o seu prórpio lema diz:
Vive a Magia Vive a Vida!

VER TUDOVER MENOS

Mágico Sopas

Biografia em Construção

VER TUDOVER MENOS

Mágico Vegas

Biografia em construção

VER TUDOVER MENOS

Maik Magic & Rosy

Maik Magic Magico de prestígio internacional, com mais de 50 anos actividade , com vários prémios nacionais e internacionais, Atuou em vários países como Portugal, França, Espanha, Luxemburgo, Itália, Bélgica, Inglaterra,
Presidente P/ Portugal de IMS International Magicians Society, Fundador e Presidente do CMP Clube Mágico Português, Fundador da Revista do CMP Clube Mágico Português , Fundador da Revista O Mágico, Fundador da Misterius Lda Comercialização e fabrico de truques da Magia, Fundador da Revista Mágica Grande Publico.
Membro da API - Associação Portuguesa de Ilusionismo. Membro do Clube Fenianos Portuense. Membro SAM Society American o f Magicians. Membro Magix – Clube de France. Membro do Syndicat National des Illusionniste de France. Membro da SIARTE sindicato das Artes e espectáculos.

ATRIBUIÇÕES DE MÉRITO:

COMENDA PROFESSOR REJEM em 20 de Junho 2000 (Porto Alegre, Estado do Rio Grande do Sul, Brasil)

Prémios:

Prémio VideoPax 1990 Magia Geral
Primeiro Prémio Grandes Ilusões 1992 Festival Internacional de Espinho
Prémio Prestigio Mágico do Ano 1995 Atribuído pelo CIF Clube Fenianos Portuense
Prémio Magico do Ano 1997 Atribuído pela API Associação Portuguesa de Ilusionismo
Prémio Leon de Cristal Festival International of Luxembourg em 09- 06 de 2001

Programas de televisão : Casados de Fresco SIC – Big Sow SIC – Roda dos
Milhões SIC Produtor e agente na escolha de mágicos e visuais para o
programa Roda dos Milhões - Magico residente do Programa Labirinto –
Atuações no Programa Buereré – Varias atuações no Programa Disney na
RTP ETC…….. Colaborador consultor produtor em vários programas
de televisão.

VER TUDOVER MENOS

Manolo

Biografia em Atualização

VER TUDOVER MENOS

Manuel Barata

Biografia em construção

VER TUDOVER MENOS

Maria Antonieta

Maria Antonietta primeira prestidigitadora portuguesa conhecida, foi contemporânea de J. G. d’Oliveira.
Estreou-se ainda Jovem em 1884 como Assistente de J.G.de Oliveira, parte desse espectáculo era realizado pela mesma.
Actuou com o mestre J.Oliveira num espectáculo em Lisboa datado de 7-1-1886 onde assistiu o infante D. Afondo

VER TUDOVER MENOS

Mário Daniel

Mário Daniel nasce na cidade de Peso da Régua em 1980. No seu sexto aniversário ofereceram-lhe uma pequena caixa de magia. Aos 12 anos inicia-se na aprendizagem desta arte através do livro “Magia Teatral” de Martins de Oliveira e aos 14 estreia o seu espetáculo em público no “Natal nos Hospitais” do Peso da Régua, cidade onde viveu até 2005, tendo-se nessa altura mudado para a cidade do Porto.
Mário Daniel é licenciado em Educação Física embora nunca tenha exercido outra profissão que não a de Mágico. Em 1998 começou a percorrer todo o país para apresentação dos seus espetáculos actuando para as mais diversificadas entidades. Somou ao longo destes anos ao seu portfólio atuações para empresas de prestígio como a Nestlé, Sotinco, Bayer, Vodafone, Samsung, Galp, Jonhson, IBM, Bosch, Estoril Open, Epson, Assembleia da República, Bial, Nokia, a Audi, Crédito Agrícola, Mercedes, F.C.Porto, S.L.Benfica, Nespresso, Sonae, Legrand, entre outros, sendo digna de destaque a sua actuação no Palácio de Belém levando a magia do Natal ao nosso Presidente da República em 2010. Também em 2010, Mário Daniel foi produtor artístico e anfitrião da Gala da Magia Coca-Cola, a maior gala de magia alguma vez realizada em Portugal que levou ao Campo Pequeno mais de 15.000 pessoas para verem o seu espetáculo. O evento foi premiado como “Evento do ano” pela “Meios e Publicidade”. A Gala da Magia Coca-Cola teve produção televisiva para a SIC e o programa foi emitido no Natal de 2011 em horário nobre.
Iniciou em 2012 a sua digressão pelos Teatros do país com o inovador e original espetáculo "Fora do Baralho". "Fora do Baralho" é muito mais do que um espetáculo de magia, mistura a arte da ilusão com a cénica e a teatral, criando não só magia, mas uma atmosfera mágica.
Em televisão conta com centenas participações especiais em programas como: “Alta Definição”, "5 Para a Meia-Noite", “Praça da Alegria”, “Só Visto”, “A ca(u)sa dos Artistas”, “Portugal no Coração”, “Natal Feliz”, “Dança na Praça – Final”, “Verão Quente”, “Herman Sic”, “Sic ao Vivo”, “Companhia de Natal”, “Querida Júlia”,… e em 2010 estreia na SIC, em horário nobre de Sábado á noite, o seu programa de grande sucesso “Minutos Mágicos”, do qual é autor, apresentador e mágico. O “Minutos Mágicos”, que já está neste momento a caminho da sua 4ª temporada, tendo sido líder de audiências da SIC e estado entre os 5 programas mais vistos de Sábado de todos os canais, com um valor médio de 1 milhão de espetadores por episódio. Tornando-se assim no programa de magia em televisão mais visto na última década.
O “Minutos Mágicos” foi também um grande sucesso na MIP TV em Cannes estando neste momento a decorrer negociações entre a MDP, a SIC e canais/produtoras internacionais.
Mário Daniel foi vencedor de um honroso “Prémio de Reconhecimento” atribuído pela Associação Portuguesa de Ilusionismo em 2011.

VER TUDOVER MENOS

Mário Mágico

Nasce em Lisboa, a 5 de Setembro de 1974.
Mário herda do pai o apelido Guimarães.
E pode dizer-se que dele ganha também mais tarde o gosto pela magia, após algumas idas ao circo onde se maravilhava
com os espectáculos dos mágicos, Mário ganha um segundo apelido.
Simples e simbólico: permanece Mário mas agora Mágico.
Com admiração confessa por grandes nomes como David Copperfield ou David Blame, Mário Mágico entra neste mundo fabuloso pela mão do grande amigo André, optando pelo género close-up, no gosto pela proximidade e interacção com o público.
Assim. Sem cenários. Sem espelhos. Sem subterfúgios.
Perto. Depois do melhor dos palcos – a Família e os Amigos –
Mário Mágico começa a demonstrar o seu talento em diversas actuações públicas, onde inclui festas, eventos e mesmo desempenhos em alguns Casinos do país.
E a Magia acontece desde 1998…

VER TUDOVER MENOS

Martins Oliveira

Saturnino José Martins Oliveira
Porto-02.11.1895; Porto-25-05-1965
Foi um dos fundadores do I.I.R.S. (Instituto Internacional de Recreações Scientíficas) e fundador da A.P.I. (Academia Portuguesa de Ilusionismo), do qual foi proprietário e director.
Foi autor das seguintes obras literárias: "O Rei das Diabruras", "O Ilusionista", "Inaudisme Scientifique", "Recreações Científicas", "Os Grandes Perigos do Hipnotismo", "Mundo Científico", "Le Monde Occulte", "Blacaman e os seus truques", "Marte é habitado?", "A Astrologia é uma ciência?", "Descoberta do planeta Plutão", "Como se calculam as fases da Lua", "Os Filtros do Amor e a Ciência", "Cms", "Kronos", "Magia Teatral", "Magia do Fogo", "Magia do Hipnotismo", "Psicoses da Morte e da Vida", "Ilusionista", "Magia do Amor", "Magia do Século XX" e "Magia Teatral".
Em 1959, durante alguns meses, escreveu uma rubrica sobre magia no jornal Diário do Norte, na secção "Abracadabra".
Em 1978, a sua biblioteca mágica foi doada à A.P.I. (Associação Portuguesa de Ilusionismo).

VER TUDOVER MENOS

Maury & Tany

Maurício Afonso Nogueira de Moura, nasceu a 21 de Novembro de 1941, em Miragaia – Porto.
Foi empregado comercial e técnico de vendas em empresas da cidade do Porto.
Desde a tenra idade de 6/7 anos deliciava-se folheando a revista “Mandrake”. Foi também por esta
altura que foi com os pais ao Circo Royal, onde actuava o grande ilusionista D. Aguinaldo, que seria
para ele no futuro uma fonte de inspiração e motivação para quem como ele, também queria ser um
mágico. O fascínio por D. Aguinaldo era tanto que, sorrateiramente se esgueirava por debaixo do
“chapiteau” do circo, só para o ver actuar, e depois retrocedia pelo mesmo caminho.
Entrou para o CIF pela mão do Prof. Marcel, e era entusiasmado, que semanalmente aguardava por
“aquelas 4ªs. Feiras às 21.30 horas” para frequentar o Clube Ilusionistas Fenianos, para o qual foi
aceite como sócio em 1960.

Como aprendiz de magia, teve aulas para além do Prof. Marcel, com Magalhães Aguiar, Savil, Horta
e mais tarde Eduardo Franco, Dr. Armindo de Matos e Dr. Pires de Carvalho, estes últimos cofundadores
do CIF.
O primeiro espectáculo em que actuou foi na Cadeia Central do Norte, e só depois de ter sido
autorizado pelos seus mestres e após um número infindável de ensaios, tendo adoptado como
primeiro nome artístico: “Osnofa”.
Em 1961, muda o nome artístico para Maury, como diminutivo de Maurício, que usou até 1973. A
partir desta data começa a trabalhar com a sua mulher Albertina, o que fez surgir o novo “Maury &
Tany”.
Participou em vários concursos, quer organizados inter-sócios pelo CIF, quer no III Festival
Internacional da Figueira da Foz, onde foi classificado em 9º. Lugar, e no mesmo ano no Festival da
Costa Verde em Espinho, onde ficou classificado em 6º. Lugar, ou mesmo no Festival Nacional de
Espanha, realizado em Santander, onde obteve um honroso 2º. Lugar.
Esteve presente no Congresso Mundial da FISM de 1976 em Viena, e no ano seguinte marcou
presença nas VI Jornadas Cartomágicas. Esteve presente também no IV Festival Mágico da Figueira
da Foz, onde obteve o 2º. Prémio em Magia Geral e o 3º. em Grandes Ilusões, ano em que integrado
no projecto “Os Aladinos”, obtiveram o 1º. Prémio em Luz Negra.
Em 1979 também participou no Congresso Mundial da FISM em Bruxelas, e no V Festival Mágico da
Figueira da Foz, onde obteve o 4º. Prémio em Magia Geral.
Actuou sempre por todo o País, de Norte a Sul, e nos Casinos Peninsular da Figueira da Foz,
Monumental Casino da Póvoa de Varzim e Casino Solverde de Espinho, sempre fazendo parte do
show internacional dessas salas. Actuou também em Espanha, Angola e TV Galiza. Ainda na televisão,
actuou igualmente nos programas “Nada na Manga” e “Cabaré”.
A grande particularidade deste ilusionista, é que os aparatos mágicos que usava, foram sempre
construídos por ele próprio, facto que será de realçar.
Era detentor da Carteira Profissional nº. 3580 emitida pelo Sindicato dos Trabalhadores de
Espectáculos.
Maurício Moura iniciou, primeiro como sócio de Nelo Vieira Produções, Ldª. a sua faceta de
empresário artístico, autonomizando-se após alguns anos e fundando a firma Maurício Moura –
Produções de Espectáculos, Ldª.
Após a sua já longa carreira, em que também integrou os elencos directivos do CIF, e da direcção do
Clube Fenianos Portuenses, dizia-se agradecido à Magia, a todos os Confrades e amigos da Arte
Mágica, a D. Aguinaldo pela sua inspiração na sua carreira mágica, ao Prof. Marcel pelos
ensinamentos dados e pela sua amizade, ao Dr. Pires de Carvalho pelo que lhe ensinou e também
pelas ajudas no empréstimo de aparatos mágicos, para no início poder actuar, e a Eduardo Franco
que muito o ajudou e ensaiou também na apresentação dos efeitos e construção de aparatos
mágicos.
Também patrocinou sempre novos valores a lançarem-se nas artes mágicas, apoiando-os quer
teoricamente quer na prática, tendo com isto influenciado o sucesso de gerações de jovens
potenciais mágicos.
Maury deixou-nos a 7 de Março de 2018, às 11.30 horas

VER TUDOVER MENOS

Mr. Lapin

Biografia em construção

VER TUDOVER MENOS